quinta-feira, 28 de março de 2013

Barba

As melhores idéias eram aniquiladas quando ela fazia a barba.  Seu paladar consistia em duas doses de ar e uma exalada pela boca. Entre os dentes que faltavam, sua melhor tacada foi lançar diversos caroços de azeitonas. Esporte, que reconhecido pelos céus, lhe deu a décima primeira coorte em comando.

Saltos nos dois pés. Pijamas e o seu método de conduzir as vogais em trânsito com as consoantes.  Ao que importar e estocar: as caixas dispensadas em pilhas, previamente, marcadas no chão. Fita crepe e alguma cola branca. Enquanto os primeiros cortes aconteciam, os ataques de asma começaram.

Uma garota do vale. Recheada de comunistas inconsequentes e capitalistas financistas. Talvez fosse uma garota de vida diária vazia e agitada. Celebrava todas as suas refeições. Mesmo sem mesa ou cabo no guarda-chuva.