sexta-feira, 26 de julho de 2013

Mesa de lixa móvel

Beta Kappa Louis Morris 1961
Nonada. Mesa móvel de lixa. Foi atrás de um pé e de uma mão. Os dois bancos em diagonais e à mesa dois pés e três mãos. A outra estava em alto e pedia um a mais. Dos restos de nada, havia uma certa consciência em diálogos de mão inglesa. Todos os lacônicos foram estimulados e os loquazes contidos.

Homens supérfluos em vrêmia sobre naturezas e verdades. Nas sublimes cidades premeditadas, ouviam-se os mais belos prazeres de uma dor de dente. Nas árvores de frutas, quando as subia, não se corrigiam as vontades humanas. Animais domésticos em seus processos de conseguir.

Na sua inércia consciente, passavam-se rios e canais. Seu comandante zero foram todas as tonalidades inquietantes. A sua memória tátil consistia em manipular o autômato. Em curto espaço e longo tempo, folgavam-se os nós do sapato e de mãos vazias e ficava preparado. E é tudo. Travessia.